6 de janeiro de 2015

Vhils

Talvez tenha sido em Londres, há quase um ano, que me deixei encantar pelo trabalho do Alexandre Farto. Já tinha ouvido falar dele e visto um ou outro dos seus projectos, mas nunca ao vivo. 
 
Quando olhei para aquela cara e senti a emoção que o Vhils (literalmente) arranca das paredes, fiquei rendida.  
A arte tem várias etapas, não é? Fases em que aparecem pessoas altamente criativas que desenvolvem uma nova forma de mostrar o mundo. Passam-se muitos anos. E de repente, aparece outro artista com uma nova técnica verdadeiramente inovadora e com um olhar radicalmente diferente de todos os outros. Pois então, eu considero o Vhils como um desses grandes, geniais artistas. 
 
Desculpem este momento e este post um bocadinho diferente dos habituais mas, como já perceberam, sinto uma enorme admiração pelo Vhils e achei que tinha que a partilhar aqui, no dia em que soubemos que ele foi considerado pela Forbes um dos 30 jovens com menos de 30 anos mais promissores do Mundo. Orgulho!


 

1 comentário:

  1. Não peças desculpa Marta, afinal o blogue é teu e podes escrever sobre o que tu quiseres :)
    Eu cá achei um post interessante, também gosto imenso dele e foi bom ficar a saber dessa notícia aqui.
    Beijinhos

    ResponderEliminar

 
Its Monday But Its Ok! © 2013.

Design by The Blog Boat